Noticía

PREFEITO ODON JÚNIOR ASSINA PROTOCOLO DE RECONHECIMENTO DO GEOPARQUE SERIDÓ

Mais um importante passo na busca do reconhecimento mundial do Geoparque Seridó foi dado na última terça, dia 18. O prefeito de Currais Novos, Odon Júnior, um dos gestores do projeto, participou de uma importante reunião na capital do Estado, onde ao lado do professor da UFRN Marcos Nascimento, assinou um protocolo de intenção do Projeto Geoparque Seridó em se candidatar ao Programa Internacional de Ciências da Terra e Geoparques, especificamente ao Programa Mundial de Geoparques da UNESCO.

Hoje com o forte apoio dos gestores municipais e estaduais, além de entidades federais como UFRN, o Serviço Geológico do Brasil – CPRM, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, e ainda Sebrae, Senac, AMSO e OAB, o Geoparque Seridó começou a se tornar realidade e se concretizar como projeto de desenvolvimento sustentável no interior do Rio Grande do Norte, por meio do aproveitamento das geodiversidades e biodiversidades e dos aspectos culturais locais, unindo assim os patrimônios natural e cultural.

“Estamos dando um grande e importante salto na busca pelo reconhecimento e valorização da nossa região. Temos aspectos importantíssimos na nossa paisagem, na nossa cultura, na nossa gastronomia que precisam ser incentivados na busca pelo desenvolvimento do nosso turismo, como ferramenta de geração de emprego e renda”, afirma o prefeito Odon Júnior.

O território do Geoparque Seridó vem sendo trabalhado desde 2010 e hoje conta com inúmeras ações ligadas a educação, turismo e conservação, premissas básicas de qualquer geoparque do mundo.

Esse território formado pelos municípios de Currais Novos, Cerro Corá, Lagoa Nova, Acari, Carnaúba dos Dantas e Parelhas tem uma história geológica com notável geodiversidade, que data de mais de 2 bilhões de anos, associadas a inúmeras ocorrências minerais e sítios arqueológicos que mostram uma identidade cultural com mais de 10 mil anos.

Essa geodiversidade de valor excepcional e internacional configura um patrimônio ímpar que somado ao patrimônio cultural, encontram-se inseridos no único bioma exclusivamente brasileiro – a caatinga – com fauna e flora não encontradas em outro lugar do planeta.

<< Voltar